Uma Pátria Educadora se faz com educadores de verdade.

Voltar

É com grande satisfação que chegamos a mais um evento de premiação do Prêmio Professores do Brasil – PPB. Em 2015, sob a Iniciativa Educadores do Brasil, o PPB passou por reformulações e se aproximou de outro prêmio de grande relevância para a valorização dos profissionais da educação, o Prêmio Gestão Escolar – PGE.

Homenageamos os 30 professores premiados pelo PPB e as 27 escolas pelo PGE que demonstraram fazer a diferença na educação básica brasileira. São profissionais que se dedicam à educação e ao futuro do país.

Ambos os prêmios visam identificar e disseminar as melhores práticas pedagógicas e de gestão escolar, reconhecendo sua importância e apoiando a sua implantação por outros professores e gestores da educação.

O Plano Nacional de Educação possui como uma das metas a valorização dos professores e dos profissionais da educação. Tanto o PPB quanto o PGE buscam reconhecer o trabalho desses professores e diretores. O trabalho dos premiados deve servir de exemplo para os demais profissionais.

A partir de 2016, com a implantação da Base Nacional Comum Curricular, desejamos que as iniciativas premiadas no PPB estejam associadas aos componentes curriculares aprovados e que as escolas premiadas no PGE sejam aquelas que conseguirem implantar de forma mais eficiente a Base.

Por fim, agradecemos o apoio das instituições parceiras dos dois prêmios que tiveram papel fundamental na construção da Iniciativa Educadores do Brasil e a tornou viável já em 2015. Esperamos que a Iniciativa perdure e que mais instituições tornem-se parceiras com o seu objetivo de valorização do profissional de educação.

Aloizio Mercadante
Ministro da Educação

Acreditamos no fortalecimento e na qualificação das equipes gestoras nas escolas públicas como estratégias essenciais para a melhoria da qualidade de ensino. Essa crença se materializa no Prêmio Gestão Escolar – PGE, concebido em 1998 e que tem reconhecimento da comunidade educacional brasileira.

Temos a grata satisfação de unir esforços, em 2015, por meio da Iniciativa Educadores do Brasil, estabelecida pelo MEC, Consed e Undime, com foco na meta 17 do PNE, de valorização de profissionais do magistério das redes públicas de educação básica e também na redefinição do papel do diretor, a partir da disseminação de boas práticas de gestão entre todas as escolas do Brasil.

Temos o dever de organizar e pautar a agenda da educação – da escola ao Congresso Nacional – e estabelecer as estratégias de ação para lançarmos as bases da virada. O desafio é enorme. E para tirar o PNE do papel será imprescindível criar as condições para operacionalizá-lo de forma eficiente.

Paralelamente a esse desafio, devemos estabelecer uma Gestão Escolar Participativa, que oportunize condições para os estudantes, famílias e demais integrantes da comunidade participarem do cotidiano escolar nas suas variadas e múltiplas dimensões, tornando a gestão escolar mais eficaz.

Estamos articulados! MEC, Consed e Undime, com o apoio de uma série de entidades parceiras que apoiam o fomento da educação no Brasil, com os objetivos claros de requalificar o papel do professor e do diretor escolar e também para disseminar boas práticas de gestão nas escolas públicas do Brasil.

Eduardo Deschamps
Presidente do Consed
Secretário de Estado da Educação de Santa Catarina

Clique na logo do prêmio para ver a lista com a finalistas da última edição